Casa Rudá abre as portas para o público com evento no domingo

O projeto Casa Rudá surgiu a partir de uma experiencia pessoal da idealizadora do espaço, Lucia Misael. 

Tudo começou com um convite da sua filha, quando grávida do segundo filho, para que ela fosse sua doula. Surpresa e honrada com o convite, mesmo sem saber  ao certo como seria, ela aceitou. A partir deste dia Lucia buscou entender e estudar tudo sobre doulas e parto humanizado, para que acontecesse como a filha desejava.

Quando o dia chegou, depois de muitas horas de trabalho de parto, sem a interferência de ninguém, seu neto nasceu. Todos os presentes, contemplaram em silêncio a vida surgir em sua plenitude. Esse momento
transformou tudo. Ela ressignificou os seus próprios partos, entrou em contato com diversos sentimentos que estavam guardados, como mãe, mulher e filha.

Desta experiência veio um desejo de proteger a vida, de cuidar, e, sobretudo, que mais pessoas pudessem ter uma vivência como aquela. Assim, deste anseio de olhar pra onde a vida começa,  nasceu a ideia da Casa Rudá.

Porém, nessa nova caminhada Lucia percebeu que, embora ainda haja muito por fazer desde a gestação, era no pós-parto que estava o maior desafio. E eram ainda poucas iniciativas voltadas exclusivamente ao acolhimento das mulheres. Percebeu que muito se falava do bebê. Pouco da mãe. E desta forma a Casa Rudá foi se desenhando como um espaço para mulheres puérperas.

Em maio deste ano houve um evento de pré-lançamento do projeto, com palestra da psicanalista argentina Laura Gutman. Foi um dia todo de conversas e trocas sobre a maternidade, com profissionais da Casa e outros convidados. Um dia pra se ter certeza de que o caminho é este.

E nesta semana, no domingo primeiro de setembro, oficialmente abre-se o espaço Casa Rudá.

Antigo ateliê da artista Lúcia Misael, que já foi palco de muitas apresentações artísticas, criações e celebrações agora se transforma em Casa Rudá. O atelier vira Casa, este um lugar que abriga, que acolhe, e recebe amorosamente as mulheres que se tornaram māes.

E a Casa Rudá se abre para ser um lugar em que estas mulheres possam esclarecer suas dúvidas, seus questionamentos. Um espaço de informações, conhecimentos e reflexão. Um lugar para ser escuta, descanso e autocuidado, pra que as mães possam conectarem-se com elas mesmas e também com seus filhos.

A Casa Rudá também se abre para ser uma ponte na criação da rede de apoio, e, principalmente, ser instrumento de mudança social ao trazer foco para a atenção e cuidados especiais necessários às mulheres, recém-mães.

Tudo isto é possível pois a Casa Rudá é formada por uma equipe multidisciplinar, com profissionais capacitados, mas acima de tudo, é composta por pessoas sensíveis, que de alguma forma tem suas trajetórias atravessadas pela maternidade, e, assim se colocam disponíveis para dar suporte e apoio para essas mulheres-mães.

Neste domingo de abertura acontecerá uma palestra com a pediatra da Casa Rudá, Dra. Silvane Vasconcelos Brotto, que falará sobre “Quem é a mulher nova que nasce, quando nasce o bebê?”. Lembrando que além de uma mãe, há uma mulher que morre e uma nova que nasce neste processo, e como olhar e cuidar deste processo.

Mas será um domingo de festa, trazendo um pouco do que está por vir: além de conhecimento e informação, a Casa se abrirá com música, diversão e alegria. Programação para toda família, adultos e crianças.

A música ficará por conta do talentoso Conde Baltazar, trazendo suas composições para agraciar os ouvidos dos convidados.

Para os pequenos, de até três anos, Isabella Isolani, arte educadora-professora de musicalização infantil – focalizadora de Danças Circulares – Dance Mãe e Bebês fará uma roda de música e dança.

Para os maiores, o Coletivo Criar e Brincar que desenvolve brinquedos autorais e oficinas criativas com o propósito de estimular o potencial criativo, as habilidades manuais e a imaginação.

Neste dia estarão à venda alimentos e produtos feitos por produtores da região, criados especialmente para o evento. Assim como os produtos de mães empreendedoras disponibilizados na Lojinha.

Além disso tudo, a Casa Rudá localiza-se na Colônia Faria, cercada de verde e ar puro. Motivos não faltam para ir conhecer esse lindo projeto que se abre ao público neste domingo.

O evento é gratuito mas as vagas são limitadas, assim, pedimos a gentileza de se inscrever pelo Sympla (https://www.sympla.com.br/inauguracao-da-casa-ruda—um-domingo-com-musica-palestra-verde-ar-puro-atividade-para-criancas__619216).

 

Você também pode gostar de ler