Como identificar os sintomas da meningite na infância

Imagem: Freepick

Algumas doenças nos deixam encabuladas, não é mesmo? Quando a pequena nasceu, eu tive conhecimento de alguns casos de meningite com óbito e lembro que na época eu fiquei apavorada. Então nós nos programamos financeiramente para dar todas as vacinas particulares contra a meningite (elas são muito caras). Com o falecimento do netinho do ex-presidente Lula, essa doença volta a nos preocupar e para saber sobre ela, eu entrevistei a pediatra Dra Mariana Ferreira Kienast, da clínica infantil Lamvie. Confira!

Continue Reading

Tudo sobre chupeta

Aqui em casa, nós optamos por não usar a chupeta. Nunca oferecemos para a Elis, mas como esse é um assunto que gera muitas dúvidas, busquei fazer um post bem completo com informações de três especialistas das áreas da odontologia, psicologia e pediatria que atendem na Clínica Lamvie.
Confira!

Continue Reading

Como fazer a adaptação na escolinha

Eu li que era bom levar algum objeto familiar, por isso colhi uma flor e ela ficou com a florzinha a aula toda.

Já faz um tempinho que tenho sentido a necessidade da Elis socializar com outras crianças e fazer alguma atividade direcionada.
Por mais que eu me esforçasse para levá-la a um parquinho ou combinar de encontrar com alguma amiga que tenha filhos, esses momentos de socialização eram raros.
Então nós decidimos fazer a matrícula dela numa escolinha de inglês. Escolhemos a Pingu’s English (em outro momento comentarei mais sobre a nossa decisão e também sobre essa escola).
Como a Elis só fica comigo, procurei me informar sobre como fazer a adaptação na escolinha e a Pedagoga Graciele Santos Quintana, mãe da Catarina, de 2 anos e 5 meses, tirou todas as minhas dúvidas. Confira a entrevista.

Continue Reading

Diferença entre iogurte, leite fermentado e petit suisse. Conheça as opções mais saudáveis para bebês e crianças pequenas

É habitual muitas famílias darem aos bebês e crianças pequenas o Petit Suisse. Por ser de fácil aceitação e por ser uma forma de variar os lanchinhos.
O que algumas pessoas não sabem e outras ignoram é que ele é indicado para consumo após quatro anos de idade.
“Aí mas eu comia e não morri”, ainda bem, né?! Só que se você pode escolher dar um alimento mais saudável e nutritivo por que vai optar por algo cheio de corantes e açúcar?
Eu quero o melhor para a saúde da minha pequena e por isso conversei com a nutricionista infantil Larissa Macedo, da clínica pediátrica Lamvie para trazer informações sobre as melhores opções para ofertamos aos nossos filhos.

Continue Reading