Educação bilíngue na primeira infância

Eu sempre recebo perguntas sobre esse assunto, pois há um receio das pessoas sobre o ensino de um segundo idioma trazer confusão e atrasar o aprendizado. Minha filha estuda inglês uma vez por semana na Pingu’s English e o pai dela conversa diariamente com ela em inglês. Tenho observado na Elis maior capacidade de concentração, comunicação e raciocínio. Ela já aprendeu a distinguir as duas línguas, se alguém conversa em português, ela responde em português. Se conversa em inglês, ela responde em inglês. Uma situação que mais me impactou foi o pai dela contar uma história em inglês e ela reproduzir pra mim em português. Mas além da nossa vivência, procurei a psicóloga e psicopedagoga Thatiana Bertoncello, da clínica infantil Lamvie, para ter o respaldo de uma especialista.
Segundo a Dra Thatiana as crianças têm mais facilidade de aprender um segundo idioma porque o cérebro infantil se desenvolve muito rápido e faz milhares de conexões neurológicas novas e é isso que faz com que elas aprendam com mais facilidade. “Quando a segunda língua é aprendida da primeira infância ela tem maior domínio da língua e com menos sotaque”, revela.
Para a psicopedagoga, a melhor forma de ensinar é de forma lúdica. “A criança aprende brincando, de forma mais leve, sem pressão, cobranças e compromisso com lição e provas.”
Tanto em casa como na Pingu’s English a Elis brinca em inglês usando a imaginação e isso facilita ela assimilar o vocabulário em diferentes contextos. Na Pingu’s English as aulas são diversificadas, com músicas e atividades divertidas.

 

 

Você também pode gostar de ler