Saiba por que não pode dar açúcar para bebês

Foto: Gus Wanderley

Criança muitas vezes acaba sendo “sinônimo de guloseimas” e não é todo mundo que entende que o alto consumo de açúcar realmente faz mal. Já ouvi bastante gente dizer: eu cresci comendo isso e aquilo e não morri. A questão não é morrer, mas ter qualidade de vida e saúde. Penso que nenhuma mãe gostaria que um filho seja obeso ou tenha diabetes. Por isso, acredito que valha a pena nos informarmos e buscar melhores condições de vida. Pensando nisso, conversei com a nutricionista materno infantil Larissa Macedo, da clínica lamvie, para trazer um pouco mais de conhecimento sobre os malefícios do açúcar aos bebês e crianças. Confira!

Por qual motivo bebês não devem consumir açúcar?

Todo açúcar que é consumido tem calorias, mas é nutricionalmente nulo. O consumo de açúcar nos primeiros anos é pior, pois o organismo ainda está em formação. Além disso, o açúcar também ativa determinados neurotransmissores promovendo a sensação de bem-estar, o que também contribui para o vício e pode levar o bebê a desenvolver sobrepeso! Não é frescura, não é chatice, é recomendação oficial do Ministério da Saúde: não se deve oferecer açúcar para bebês e crianças menores de dois anos. E isso significa: coisas com açúcar em sua composição não devem ser dadas aos bebês. Isso inclui sucos industrializados cheios de açúcar, bolachas, doces em geral, farinhas engrossantes, achocolatados, etc.

 

O que o açúcar faz no organismo do bebê momentaneamente e a longo prazo?

Faz as papilas gustativas do bebê ficarem viciadas, a criança acaba rejeitando outros alimentos.
Dificulta a rotina alimentar e a formação de bons hábitos alimentares. Quando a criança tem seu organismo cheio de açúcar, tem energia de sobra. Assim, não terá fome e será mais difícil estabelecer a rotina alimentar com as refeições saudáveis nos momentos certos.
Estudos apontam que crianças que consomem açúcar têm maior risco de desenvolver diabetes, obesidade e problemas relacionados como as cáries.
A ingestão excessiva de açúcar, além de aumentar a concentração de insulina no sangue, também eleva a quantidade de adrenalina, causando irritação, ansiedade, excitação e dificuldade de concentração.

 

Sei que é sempre melhor comer a fruta in natura do que o suco, por conta da frutose que se converte em glicose. Mas gostaria de saber qual a quantidade de suco natural sem açúcar, um bebê pode tomar? E crianças menores?

Isso mesmo, além disso, a fruta perde fibras no preparo e a quantidade de frutas necessária no preparo é maior do que se a criança comesse uma unidade de fruta in natura, podendo ter três a quatro vezes mais calorias. Sucos estão liberados após um ano de idade.

Entre um e dois anos limitar a dose em 100mL/dia e dos dois aos seis anos, 150mL/dia. Se não for preparar em casa, procure opções integrais de verdade (100%fruta).

 

Quando e como fazer a introdução de açúcar para as crianças?

É comprovado que a criança nasce com preferência para o paladar doce, no entanto a adição do açúcar é desnecessária e deve ser evitada nos dois primeiros anos de vida.  O ideal é as crianças consumirem doces aos finais de semana ou em festas, passeios ou viagens. E também não ter essas guloseimas em casa diariamente. Se eles pedirem, tenha opções de frutas secas, que são docinhas, gelatinas, sucos naturais, bolachinhas integrais, entre outros. Dá pra se iniciar por exemplo, com o açúcar mascavo que é mais nutritivo, já que não passa por todas as etapas de refinamento e conserva parte do cálcio, ferro, das proteínas e vitaminas B1 e B2 e com  o mel contém minerais (cálcio, fósforo, potássio, ferro), vitaminas e proteínas acima de 1 ano.

 

Qual a quantidade de açúcar uma criança de até cinco anos pode comer?

Crianças e adolescentes de dois a 18 anos devem ingerir, no máximo, 25 gramas (100 calorias) de açúcar adicionado por dia, o que equivale a seis colheres de chá.

 

Quais são os alimentos mais vilões no quesito quantidade de açúcar?

Em geral, se há mais de 15 gramas de açúcar por 100 gramas, é considerado um produto com alto teor de açúcar. Se for 5 gramas por cada 100 gramas, é um produto com baixo teor de açúcar.

Refrigerantes, sucos de caixinha, achocolatado, gelatina e, as balas e pirulitos ao puro açúcar!

Você também pode gostar de ler