Um pouco sobre a mãe mamãe

Para quem não me conhece, essa aí sou eu, a Claudinha Aline Divino, mãe da meninota Elis.
E hoje, eu vou contar um pouquinho sobre a minha história.

Eu nasci no interior de Minas Gerais, numa cidadezinha que se chama Pouso Alegre. Lá, eu me formei em jornalismo, queria trabalhar com fotojornalismo de esportes radicais, mas a vida me levou para outros caminhos e acabei trabalhando com comunicação empresarial e assessoria de imprensa.
Morei com minha família até concluir a graduação, colei grau e vim tentar a vida aqui em Curitiba.
Já faz 11 anos que estou no Paraná, aqui eu conheci o amor de Jesus e aprendi a amá-lo e a render a minha vida a Ele.
Aqui, eu também conheci o meu marido, o Marcelo. Nós namoramos quase um ano e casamos, tudo certinho como manda a tradição. Já estamos juntos há quase cinco anos.
A Elis é um doce fruto do nosso amor.
Quando ela nasceu, eu trabalhava no marketing de uma renomada universidade. Nos primeiros meses de vida dela, eu fiquei bem aflita em ter que voltar a trabalhar. Só de imaginar deixar aquele mini serumaninho em uma escolinha no período integral, dilacerava a minha mente e o meu coração. Mas Deus foi muito bom comigo. Fui demitida no retorno da licença maternidade. Parece loucura, mas eu fiquei muito feliz. Não tem preço poder acompanhar o bebê nessa primeira infância. Poder vivenciar de pertinho cada aprendizado é incrível e traz boas memórias para nós duas.

Mas nem tudo são flores, há renúncias que muitas vezes preciso fazer em prol de estar ao lado da pequena.
Grana curta, nada de mordomias (salão, roupas, viagens, etc), pouco descanso (sou mãe em tempo integral, não tenho babá e nem empregada), quando não estou cuidando da pequena, estou cuidando da casa ou do blog/Instagram ou do marido.

É preciso ter sabedoria para administrar todas essas funções, principalmente saber descansar.
Mas em um ano, ela irá para a escolinha e vou poder me dedicar a outras coisas ou quem sabe entro na aventura de ser mãe de dois, rá.

Eu adoro compartilhar a nossa vida com vocês e ter o blog foi uma forma que encontrei de continuar exercendo a minha profissão. 🖤

Um abraço,
Claudinha

 

 

 

Você também pode gostar de ler

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *